quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Vencedores do concurso de marcadores de livros

Como vem sendo hábito, o grupo de inglês promoveu o concurso de marcadores de livros alusivo a esta época festiva.
Foram muitos os participantes. Divulgamos aqui os vencedores (os 3 premiados por ciclo):

2º Ciclo:



3º Ciclo:




A todos os participantes, os nossos parabéns!


quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A QUE SABE A LUA



Ao longo do mês de fevereiro, a professora bibliotecária andou a visitar os JI do nosso agrupamento e a contar a história A que Sabe a Lua, de Michael Grejnien.
Aqui ficam algumas imagens dos nossos meninos:









Obrigada às educadores e aos meninos pela disponibilidade e participação. 

Ebooks gratuitos

Num tempo de crise, para além dos separadores da biblioteca digital e do PNL, aqui fica a sugestão para leres ebooks gratuitos.




Clica no link abaixo:

http://lerebooks.wordpress.com/ebooks-gartuitos/

Dia da "Chandeleur"

O grupo disciplinar de francês assinalou a "Chandeleur" com a feitura de deliciosos crêpes.
A azáfama foi grande, mas muito bem sucedida.
Agradecemos a todos os que participaram quer na realização, quer na aquisição, visto que com os "lucros" da iniciativa foram adquiridos mais dois livros para o acervo da biblioteca.

Agora já podes ler e requisitar:



Mais uma vez, muito obrigada.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Espaço Europa



O Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal e a Representação da Comissão Europeia em Portugal criaram um novo espaço de informação aos cidadãos, no Largo Jean Monnet, 1, em Lisboa.
Espaço Europa é um local aberto onde qualquer cidadão encontrará informação sobre os mais variados temas relativos à União Europeia. Pode consultar e recolher documentação, consultar bases de dados, pesquisar na Internet, aceder a material vídeo.
O Espaço Europa é também um espaço de animação e debate, que recebe escolas de todo o país e organiza de eventos culturais e educativos relacionados com a União Europeia.
 No dia 10 de fevereiro, alguns alunos da nossa escola participaram no concurso "Eu sou Europeu".
Este concurso pretende avaliar os conhecimentos adquiridos na sessão de informação dada durante a visita: História da União Europeia, símbolos europeus, alargamento da União Europeia, papel e funcionamento das instituições, valores, princípios e direitos dos cidadãos europeus, entre outros temas.

Centro Cultural de Belém



   No dia 10 de fevereiro de 2014, alguns alunos da nossa escola puderam apreciar a arquitetura do emblemático Centro Cultural de Belém, bem como uma exposição de quadros em 3D feitos a partir de materiais recicláveis de Bordalo.





   A construção do Centro Cultural de Belém (CCB) foi decidida no início de 1988, com o objectivo de construir de raiz um equipamento que pudesse acolher, em 1992, a presidência portuguesa da União Europeia, permanecendo posteriormente como um forte pólo dinamizador de actividades culturais e de lazer. 

  Lançado o concurso internacional pelo Instituto Português do Património Cultural, recolheram-se 57 projectos, dos quais seis foram convidados a desenvolver o ante-projecto. A proposta selecionada foi a do consórcio do arquitecto Vittorio Gregotti (Itália) e do arquitecto Manuel Salgado (Portugal) que previa a construção de cinco módulos: Centro de Reuniões, Centro de Espectáculos, Centro de Exposições, Zona Hoteleira e Equipamento Complementar. Estão edificados os três primeiros módulos, respetivamente o Centro de Reuniões, o Centro de Espectáculos e o Centro de Exposições, estando a decorrer os procedimentos para a conclusão dos restantes módulos. 






     O Centro de Reuniões foi pensado para acolher, de forma privilegiada, congressos e reuniões de qualquer natureza ou dimensão, através de equipamentos e acabamentos de qualidade. A estrutura passou também a incluir os serviços gerais de funcionamento do CCB, várias lojas, um restaurante, dois bares e duas garagens abertas a utilizadores.
   O segundo módulo, o Centro de Espectáculos, é o epicentro da produção e apresentação de carácter artístico e cultural do CCB. São três salas de diferentes dimensões equipadas para acolher diversos tipos de espectáculos, desde o cinema à ópera, do bailado ao teatro ou qualquer género musical. O Grande Auditório tem uma capacidade de 1429 lugares, o Pequeno Auditório tem uma lotação de 348 lugares e a Sala de Ensaio comporta 72 lugares. É ainda nesta estrutura que se encontram as salas de apoio à produção e preparação dos espectáculos.
     Finalmente, o Centro de Exposições é composto por um conjunto qualificado de áreas expositivas distribuídas por quatro galerias que apresenta e produz exposições de artes plásticas, arquitectura, design, instalações, fotografia. Lojas e uma cafetaria completam a estrutura, que inclui ainda um espaço destinado ao tratamento e armazenamento de peças de arte.

   Desde Junho de 2007, o Centro de Exposições alberga a Fundação de Arte Moderna e Contemporânea – Museu Coleção Berardo.




     O CCB ocupa hoje uma área de construção de 97 mil metros quadrados, distribuída por seis hectares separados por duas ruas internas e unidos pelo caminho José Saramago que cria uma continuidade com a Praça do Império, negando a tradicional separação entre o interior e o exterior. É uma pequena cidade, com jardins, lagos, pontes, rampas, ruas, praças, cantos, onde se destaca, pela sua nobreza, a Praça CCB.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Concurso Nacional de Leitura (fase distrital)



  O tema escolhido este ano pela Biblioteca Municipal Almeida Garrett é abrangente e engloba o fantástico, o mistério, o mágico, o maravilhoso, a ficção. 
  De um leque extenso de obras que foram lidas, foram estabelecidos critérios, nomeadamente o dar primazia por autores portugueses, alguns que são magníficos escritores mas poucos conhecidos do público atual. Teve-se ainda em consideração que, em regra, fossem livros recomendados pelo Ler + PNL, que existissem no mercado livreiro e a preços acessíveis. Escolheram-se também  obras que não fossem excessivamente grandes mas que, pelo contrário, prendessem os jovens desde a primeira página. 
  Assim, fundamental, acima de tudo, é que este Concurso Nacional de Leitura seja considerado pelos candidatos e escolas não como uma competição, mas como um momento em que centenas de leitores de 18 concelhos do Porto, que gostam de ler e de conviver através dos livros e das leituras se reuniam numa grande comunidade de leitores que é o Concurso Nacional de Leitura.

  A realização das provas da 2ª fase do Concurso Nacional de Leitura 2013/14, no distrito do Porto, tem a data marcada para o dia 8 de maio e apela-se a que alunos e professores tenham todo o dia disponível.

As obras selecionadas são as seguintes:
3º Ciclo do Ensino Básico:
·         Casos do Beco das Sardinheirasde Mário de Carvalho


·  Viagem ao centro da terrade Júlio Verne





Boas leituras.

Todas as cartas de amor são ridículas



Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)
Álvaro de Campos, in "Poemas"

Heterónimo de Fernando Pessoa

S. Valentim



No âmbito da comemoração do dia de S. Valentim, poderás visitar a exposição de Marcadores de Livros alusivos ao tema elaborados para a disciplina de inglês pelos alunos do 2º e 3º ciclos:



Assim como a exposição de Cartas de Amor escritas por pessoas famosas:

Aqui fica um exemplo:

De Beethoven para a sua amada:

Meu anjo, meu tudo, meu próprio ser  
Hoje apenas algumas palavras à caneta (à tua caneta). Só amanhã os meus alugueres estarão definidos – que desperdício de tempo… Por que sinto essa tristeza profunda se é a necessidade quem manda? Pode o teu amor resistir a todo sacrifício embora não exijamos tudo um do outro? Podes tu mudar o fato de que és completamente minha e eu completamente teu? Oh Deus! Olha para as belezas da natureza e conforta o teu coração. O amor exige tudo, assim sou como tu, e tu és comigo. Mas esqueces-te tão facilmente que eu vivo por ti e por mim. Se estivéssemos completamente unidos, tu sentirias essa dor assim como eu a sinto. [...] Nós provavelmente devemos nos ver em breve, entretanto, hoje eu não posso dividir contigo os pensamentos que tive nos últimos dias sobre minha própria vida – Se os nossos corações estivessem sempre juntos, eu não teria nenhum… O meu coração está cheio de coisas que eu gostaria de te dizer – ah – há momentos em que sinto que esse discurso é tão vazio – Alegra-te – Lembra-te da minha verdade, o meu único tesouro, o meu tudo como eu sou o teu. Os deuses devem-nos mandar paz…

Teu fiel Ludwig”

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Internet Segura


O projeto SeguraNet dinamiza, os Desafios SeguraNet, dirigidos a todas as escolas, professores, alunos e aos respetivos encarregados de educação. Com estes desafios pretende-se envolver e alertar a comunidade educativa para as questões relacionadas com uma utilização segura da Internet. É uma atividade global que aborda todos os temas enunciados neste guia. Para mais informações, registo e regulamento consultar:
http://www.seguranet.pt/atividades-seguranet

Sites que te podem ser úteis:

Linha Alerta: http://www.internetsegura.pt/linha-alerta

Linha Ajuda: http://www.internetsegura.pt/linha-ajuda

Centro Internet Segura: http://www.internetsegura.pt

Insafe: http://www.saferinternet.org

Comissão Nacional de Proteção de Dados : http://www.cnpd.pt/

Observatório Europeu do Audiovisual: http://www.obs.coe.int/about/oea/pr/

Esafety Kit: http://www.esafetykit.net/index2.html.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Projeto SOBE

PROJETO “SOBE – Saúde Oral em Bibliotecas Escolares” NO AVERT

    O impacto da cárie dentária na população é enorme. Ela influencia o desenvolvimento das crianças ao nível da alimentação, do sono, das aprendizagens e do seu bem-estar. Considerada uma epidemia silenciosa e, por isso, terá que ser enfrentada por uma equipa multidisciplinar.
   Ensinar as crianças a cuidar dos seus dentes desde pequenos é um investimento que trará benefícios para o resto das suas vidas. As salas de aula e o ambiente familiar são lugares fundamentais onde as crianças podem e devem aprender os hábitos saudáveis de saúde oral. As atividades lúdicas, como ler um livro, na educação são importantes, pois elas proporcionam uma interação entre a criança e o educador na construção do conhecimento. Este concretizar da imaginação por meio do livro num ambiente escolar é catalisador de aprendizagens.







   O ACeS de Gondomar, através da UCC Inovar, e o AVERT dinamizaram o projeto “SOBE” nas escolas do 1º ciclo deste agrupamento. Após a leitura de um livro sobre higiene oral pela professora Agostinha Monteiro, o enfermeiro José Lima fez uma demonstração sobre a técnica correta da escovagem dos dentes.





   
   As crianças no final da sessão receberam para além dos muitos conhecimentos científicos e técnicos um KIT de higiene oral. Deste KIT fazem parte uma ampulheta (para a contagem do tempo que demora a lavagem da boca), um copo, uma escova e uma pasta dentífrica.
   Os dois profissionais que desenvolveram o projeto fazem uma avaliação muito positiva, uma vez que o entusiasmo das crianças e a metodologia ativa das sessões são prova disso.
   Esperamos para o ano repetir este projeto, porque só assim com metodologias integradoras e multidisciplinares se conseguem ganhos em saúde!

   Enf. José Lima

   Professora Agostinha Monteiro