terça-feira, 8 de novembro de 2011

Feira do Livro

De 24 de novembro a 2 de dezembro realizar-se-á na escola E.B.2, 3 de Rio Tinto a Feira do Livro.
No dia 25 de novembro, a feira estará aberta até às 23h para toda a comunidade escolar e terá uma programação especial com escritores e atuações de alunos.

Participa! Vem descobrir mundos de aventuras!
Traz a tua família!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Novo espaço da BE




Esta é a nova "cara" da Biblioteca Escolar do AVERT


Este espaço é para ti. Aqui podes requisitar livros para leres no aconchego do lar ou neste belíssimo espaço. Podes fazer os trabalhos de casa ou as pesquisas sugeridas pelos teus professores.
Se ainda não conheces a tua biblioteca escolar, vem visitar-nos.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Novas instalações

A Biblioteca Escolar do AVERT já está nas novas instalações.
O mês de outubro é o mês das Bibliotecas Escolares. Este ano o tema é Bibliotecas Escolares: Capacitar estudantes para a vida.
Neste âmbito, os alunos dos 5º, 6º e 7º anos irão ao longo do mês de outubro conhecer as novas instalações da BE na companhia dos seus professores.
Votos de um bom ano letivo para toda a comunidade educativa.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Boas férias e boas leituras.

Neste final de ano letivo, a BE deseja a toda a comunidade educativa do AVERT um merecido descanso.
Durante as férias não deixe de LER.
Aqui fica o nosso destaque para julho e agosto:

Deolinda Reis, Código 12_18

Uma pedopsiquiatra empenhada em salvar o que puder de um universo de adolescentes a ameaçar entrar em derrocada. Mães e pais à beira de um ataque de nervos.
Paris. Dois homens situados nos antípodas das opções de vida sujeitam-se à dúvida da escolha da mulher amada/desejada – aquela que para lá de salvar os adolescentes tem de se salvar a si própria.
É preciso descobrir o Código 12_18.

Boas férias e boas leituras

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Novo Logótipo da BE

Após o encerramento da urna eleitoral no dia 17 de junho, foi necessário proceder à contagem dos votos. Aqui ficam os resultados:

Votantes: 319
Logótipo A: 59 votos
Logótipo B: 88 votos
Logótipo C: 172 votos

Assim, o logótipo da BE escolhido pela maioria dos votantes foi:
Parabéns a todos os participantes.

Parlamento "Euroscola"

EB 2/3 de Rio  Tinto no Parlamento Europeu – Euroscola -  em Estrasburgo

Na sequência da participação da escola EB 2/3 de Rio Tinto, Nº1, no concurso Portugal Europeu, no Espaço Europa, em Lisboa, no passado dia 23 de fevereiro, esta acabou por vencer este concurso nacional e ser selecionada para representar Portugal no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, na sessão Euroscola que decorreu no dia 10 de junho.
O programa Euroscola é organizado há cerca de 20 anos pelo Parlamento Europeu, onde participam jovens, representando escolas dos vários Estados-Membros da União Europeia (cerca de 500), tendo como objetivos: familiarizar os jovens com o funcionamento das instituições europeias; consciencializar os jovens sobre a sua condição de cidadãos europeus e a sua intervenção na organização futura da Europa; oferecer aos jovens uma tribuna onde possam exprimir as suas opiniões pessoais e valorizar o seu envolvimento no projeto europeu.
A equipa vencedora da EB 2/3 de Rio Tinto integrava alunos do 9º ano, das turmas A, D e E, num total de 23 alunos, tendo sido acompanhados por quatro docentes daquele estabelecimento: Agostinha Gomes, responsável pela organização, Clara Vasconcelos, Cristina Vieira e Palmira Ferreira.
Foi com grande entusiasmo que a delegação portuguesa chegou ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, na madrugada de 9 de junho com vista a voar rumo a Estrasburgo. Chegados à cidade francesa, no dia 10 de junho, alunos e professoras dirigiram–se ao Parlamento Europeu, onde foram calorosamente recebidos.
Assim, enquanto os alunos foram encaminhados para o hemiciclo do Parlamento Europeu, as professoras tiveram a oportunidade de estabelecer contacto com docentes das restantes delegações presentes, dezassete dos vinte e sete Estados-Membros que formam a União Europeia. Seguidamente, ainda na parte da manhã, os professores foram conduzidos ao hemiciclo a fim de assistirem à 1ª parte dos trabalhos, durante a qual começaram por ser dadas explicações acerca do funcionamento do Parlamento Europeu e das suas instituições; seguidamente, cada um dos porta-vozes das delegações dos Estados-Membros fez a apresentação do respetivo país/escola, no caso de Portugal, coube ao Luís Marta; entretanto, foram colocadas algumas questões gerais acerca do Parlamento Europeu, com o objetivo de os jovens deputados experimentarem e familiarizarem-se com o sistema de voto que teriam de utilizar na sessão da tarde; por fim, os alunos foram informados acerca da forma de participação no Parlamento Europeu.
Seguiu-se a pausa do almoço, que decorreu animadamente e durante a qual alunos (cerca de 400) e professores partilharam experiências e saberes, em espaços diferentes, fazendo uso dos seus conhecimentos linguísticos para comunicar com os seus homólogos. Durante este intervalo foram formadas equipas multilingues, tanto de professores como alunos, a fim de participarem no jogo Eurogame que consistia num conjunto de perguntas redigidas nos vários idiomas oficiais do Parlamento Europeu, acerca desta Instituição e de cultura geral, tendo chegado à final quatro equipas, estando numa delas também um aluno português, Pedro Ribeiro, cuja equipa acabou por ficar em 3º lugar, após algumas perguntas de desempate.
A 2ª sessão plenária decorreu após o almoço de confraternização e depois de os jovens terem participado em grupos de trabalho multilingues, a fim de discutirem diversos pontos de vista sobre os temas em debate, previamente trabalhados em território nacional, e que eram os seguintes: O lugar dos valores da Europa no mundo; 2011- Ano Europeu do Voluntariado; Meio-ambiente e energias renováveis; Liberdade de informação e cultura cidadã; Democracia e cidadania; O futuro da Europa. Seguiu-se a apresentação e votação de diversas propostas apresentadas, tendo o presidente da mesa elogiado os jovens deputados pelo facto de respeitarem os tempos e de se comportarem como adultos, congratulando-se pela produtividade desta sessão.
Para finalizar, o moderador agradeceu a todos aqueles que contribuíram para a organização desta actividade, aos professores, pois sem eles os jovens não estariam presentes, recordando que não têm qualquer obrigação para o fazer, sendo um trabalho voluntário, e, finalmente, aos alunos que desempenharam o papel de democratas e tiveram esse privilégio.
Foi ainda destacado o facto de, através desta iniciativa, os jovens verificarem que a Europa não é uma entidade inatingível, sendo exatamente o espaço onde vivem e onde podem constatar que os colegas dos outros países são tão inteligentes e normais como eles, sendo iguais a eles próprios.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

As Novas Tecnologias no Ensino

No dia 13 de junho, a Doutora Natividade Santos deslocou-se à nossa escola para ministrar uma ação aos professores sobre as ferramentas disponíveis e úteis para o ensino.
Aqui ficam alguns links disponibilizados:

Uma wiki sobre Wb 2.0

Uma apresentação Prezi sobre Web 2.0

Manual de ferramentas Web 2.0

Criar um avatar

Criar um blogue

Compartilhar fotos – Flickr


Alguns recursos educativos
§  Contos de Hans Christian Andersen

§  Contos de Grimm
§  Contos de Perault

§  A viagem de Vasco da Gama

§  Era uma vez

§  No mundo das fábulas

§  Castelo Musical  - download
PS: Informação adicional aos Pais sobre o software e como instalar, ver aqui:
http://www.crie.min-edu.pt/index.php?section=11

§  English is Fun


§  Caça ao Tesouro

§  Webquest

À formadora e aos colegas que participaram, o nosso muito obrigada.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Painel "Os Amigos da BE"

Como forma de agradecimento, resolvemos dedicar a última exposição aos Amigos da BE que ao longo do ano frequentaram ativamente a Biblioteca.


Esperamos poder contar com a vossa participação no próximo ano letivo.
Obrigada a todos e boas férias.

Dia da Criança

Para assinalar o Dia da Criança e do Ambiente, os alunos do AVERT participaram no painel temático com frases originais sobre este dia.
Aqui fica o resultado do trabalho:

A todos os que contribuiram para esta maravilhosa árvore, o nosso muito obrigada.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Escolher o Logótipo da BE

Está a decorrer a reta final do concurso para escolher o logótipo da BE.
Toda a comunidade educativa do AVERT pode votar, de 13 a 17 de Junho.
Venham à BE e votem no vosso preferido.

Hora do Conto em Cabanas

No dia 30 de Maio, as professoras Agostinha Gomes e Palmira Ferreira deslocaram-se à escola de Cabanas para dinamizar a Hora do Conto.
Como sempre os alunos participaram ativamente, desta vez as turmas escolhidas foram as do 2º C, da professora Alexandra Mendes, e o 2º D, da professora Ana Costa.
Após uma audição atenta, os alunos escreveram algumas frases sobre a história.

" O gato morava na aldeia dos gatos", Beatriz, 2ºD
"O gato Gatão gostava de namorar a Ruivinha", Afonso Branco, 2º C
"Eu e a Ruivinha vamos lanchar com os nossos amigos e às vezes namorar", Sofia, 2º C
"A gata Ruivinha gostava de tomar chá", Beatriz Santos, 2º C
"O gato Gatão gostava de correr nas ruas com a sua namorada", Beatriz, 2º C
"A gata Ruivinha era muito engraçada e bonita", Carina, 2ºC
" O gato gostava de nadar", João Sousa, 2ºD
"Era uma vez uma gatinha que se chamava Ruivinha, ela era muito sorridente, quando estava com o namorado ficava mesmo muito contente", Maria Laura

A todos o nosso muito obrigada.

Resultado do concurso do PNL "O Cartaz da Minha Escola"

Infelizmente a nossa escola não venceu o concurso "O Cartaz da Minha Escola" do PNL.
Todavia, agradecemos a todos os que participaram e esperamos que o mesmo empenho se mantenha para o próximo ano.
Aqui fica a lista das escolas vencedoras:

Se desejarem, podem ver os trabalhos selecionados no seguinte endereço:
www.planonacionaldeleitura.gov.pt/concursos/

Mais uma vez, muito obrigada a todos os participantes.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Semana da Europa

De 9 a 13 de Maio, esteve patente na BE uma exposição com os trabalhos que os alunos do Clube Europeu e Comenius fizeram no eTwinning com a Polónia.
Os alunos puderam também ver um PowerPoint com estes mesmos trabalhos.





A todos o nosso muito obrigada.

Hora do conto- Alto de Soutelo

No dia 2 de Maio, as professoras Agostinha Gomes e Palmira Ferreira deslocaram-se à escola E.B1 de Alto de Soutelo para dinamizar a Hora do Conto.
As duas turmas do 3º ano (A e B) foram muito participativas, empinhando-se afincadamente nas actividades propostas.
Os alunos tiveram contacto com a língua gestual, revelando muita sensibilidade.
No final do conto, todos os alunos escreveram um breve comentário sobre a história apresentada.
Aqui ficam algumas frases:

"Eu gostei muito da história, porque aprendi linguagem gestual e porque o gato Gatão era divertido. "               
                                                                       Daniela Filipa
"Eu gostei desta história, porque havia rimas e as rimas são as coisas de que eu mais gosto, mas também gostei da namorada do Gatão."
                                                                               Bárbara Araújo
"Eu gostei da história, porque não foi aborrecida e porque o gato Gatão é poeta e eu gosto de poesia."
                                                                        Diogo Afonso   nº9  3ºB

"Eu gostei da história, porque nunca a ouvi e porque era engraçada com as rimas. Também gostei muita dela, pois a gatinha era cozinheira  e fazia pão-de-ló."
                                                                               Ana Pinto 

"Eu gostei  muito da história, porque o gato Gatão e a gata Ruivinha quando namoravam, faziam um par fenomenal."
                                                                          Bruna Silva   



A todos os alunos e professores, continuação de um bom trabalho.


segunda-feira, 9 de maio de 2011

Viagem a Estrasburgo

De 9 a 12 de Junho, estaremos em Estrasburgo para defender Portugal no Parlamento Europeu.


A todos os que nos apoiam, o nosso muito obrigado.

Atelier do Dia da Mãe

Para assinalar esta data festiva, a BE  realizou flores a partir de rebuçados.



Desejamos a todas as MÃES muitas felicidades.

SÓ POR ISSO, MÃE
Mesmo que a noite esteja escura,
Ou por isso,
Quero acender a minha estrela.


Mesmo que o mar esteja morto,
Ou por isso,
Quero enfunar a minha vela.


Mesmo que a vida esteja nua,
Ou por isso,
Quero vestir-lhe o meu poema.


Só porque tu existes,
Vale a pena!

Lopes Morgado, Mulher Mãe


Atelier da Páscoa

Aquando da comemoração da Páscoa, a BE elaborou bolsinhas caixinhas com amêndoas.


terça-feira, 26 de abril de 2011

Concurso "Portugal Europeu"



Resultados do Concurso "Portugal Europeu" - escalão dos 14-15 anos

A Escola EB 2,3 de Rio Tinto, nº1 - Gondomar foi convidada a participar, com 24 alunos entre os 14 e os 15 anos, na sessão do Euroscola que decorre no Parlamento Europeu em Estrasburgo a 10 de Junho próximo. Este convite foi feito na sequência da participação da escola no concurso "Portugal Europeu" e de uma visita realizada ao Espaço Europa, em Lisboa, no dia 23 de Fevereiro. A Escola EB 2,3 de Rio Tinto, nº1 - Gondomar obteve a melhor classificação no escalão etário em que concorreu, com um total de 162 pontos e uma média de 6,75.

Parabéns!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

História colectiva do 1º ciclo

O pobre Campónio e o Burro falante
Não há muito tempo atrás, numa noite de Verão, estava Joaquim (mais conhecido por Quinzinho) a observar atentamente o luar. Era noite de lua cheia e os campos alentejanos, iluminados, transmitiam a calma característica desta região.
Joaquim, um pobre campónio alentejano, era uma espécie de bobo da corte lá da terra. Tal sucedia porque Quinzinho conversava com o seu burro, jurando a pés juntos que ele lhe respondia.
A certa altura, algo de muito estranho aconteceu: um agente da autoridade foi convocado para fazer uma rusga em casa do Joaquim. Essa rusga resultou de uma chamada anónima para a esquadra da polícia, informando que Quinzinho teria roubado, à vizinhança, alguns fardos de palha para alimentar o seu burro falante.
Quando o polícia Henrique entrou na velha casa do Quinzinho, algo lhe cheirou a esturro. Ele desconfiou logo quando viu uma porta fechada com um cadeado ferrugento:
-Sr. Joaquim, porque é que tem esta porta fechada a cadeado? – Nesta altura o Quinzinho ficou atrapalhado e respondeu com voz trémula:
- Porque tenho esta porta fechada a cadeado? Ora bem porque, porque, … tenho lá os meus alimentos e como sou pobre, não quero que ninguém os roube! – Apesar da justificação, o polícia Henrique não acreditou e pediu-lhe que abrisse a porta. Quando entrou, ficou boquiaberto com o que viu: vários fardos de palha, empilhados uns em cima dos outros. Então, o polícia perguntou-lhe.
-Se você é pobre como conseguiu arranjar esta palha toda?
- Foi um amigo que me deu esta palha, para alimentar o Orelhas.
- Quem?!
- É o meu burro falante! - Respondeu o Quinzinho entusiasmado. Mas o polícia não acreditando nisso, perguntou:
- Um burro falante? Não me faltava mais nada! Ora vamos lá então ver esse burro.
- Com certeza Sr. polícia. O problema é que o Orelhas é muito envergonhado e só fala comigo. Por isso eu proponho o seguinte: o Sr. esconde-se atrás da porta, e eu entro e começo a falar com ele. – O polícia Henrique concordou e lá foram eles até ao estábulo.
Chegando ao estábulo, o polícia, como o combinado, escondeu-se atrás da porta e o Quinzinho dirigiu-se para junto do seu burro falante.
- Olá Orelhas! Bom dia! Passaste bem a noite? - Perguntou o Quinzinho
- “Oãn iugesnoc rimrod”.- Respondeu o burro.
- O quê? Tiveste insónias, porquê?
- “Evit serod ed agirrab e sotimov adot etion”. - Voltou a responder o burro.
- A palha que te dei, deu-te cólicas!
O polícia Henrique, pasmado com a conversa daqueles dois, sai de trás da porta e exclama:
- Com mil macacos, isto é fantástico! Que língua estranha fala esse animal?!
- Ó Senhor polícia, a semana passada veio cá o veterinário e teve de lhe arrancar três dentes. Por isso, o Orelhas fala um bocadinho mal. Mas eu já estou habituado e percebo-o bem!
- Mas então e os fardos de palha? Quem foi esse amigo que lhos deu? Estou a achar isto tudo muito estranho!
- Então venha cá à minha cozinha que eu faço-lhe um chá de camomila porque a história é comprida e você está muito nervoso.
E lá foram os dois…
Quinzinho começou com muitos enredos e acabou por dizer que o seu amigo tinha ganho o euromilhões,  e por isso, lhe tinha dado toda a palha da sua quinta e ido de férias!
O polícia, desconfiado da história que o Quinzinho lhe contou, perguntou:
- Onde é essa quinta e quem é esse amigo?
Quinzinho, muito atrapalhado, disse ao polícia que a quinta do seu amigo Mãos Largas ficava na Terra do Nunca.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Dia Internacional do Livro Infantil


Mensagem do dia 2 de Abril de 2011,
Dia Internacional do Livro Infantil
“Quando Arno e o seu pai chegaram à escola, as aulas já tinham começado.”
No meu país, a Estónia, quase toda a gente conhece esta frase de cor. É a primeira linha de um livro intitulado Primavera. Publicado em 1912, é da autoria do escritor estónio Oskar Luts (1887-1953).
Primavera narra a vida de crianças que frequentavam uma escola rural na Estónia, em finais do século XIX. O Autor escrevia sobre a sua própria infância e Arno, na verdade, era o próprio Oskar Luts na sua meninice.
Os investigadores estudam documentos antigos e, com base neles, escrevem livros de História. Os livros de História relatam eventos que aconteceram, mas é claro que esses livros nunca contam como eram de facto as vidas das pessoas comuns em certa época.
Os livros de histórias, por seu lado, recordam coisas que não é possível encontrar nos velhos documentos. Podem contar-nos, por exemplo, o que é que um rapaz como Arno pensava quando foi para a escola há cem anos, ou quais os sonhos das crianças dessa época, que medos tinham e o que as fazia felizes. O livro também recorda os pais dessas crianças, como queriam ser e que futuro desejavam para os seus filhos.
Claro que hoje podemos escrever livros sobre os velhos tempos, e esses livros são, muitas vezes, apaixonantes. Mas um escritor actual não pode realmente conhecer os sabores e os cheiros, os medos e as alegrias de um passado distante. O escritor de hoje já sabe o que aconteceu depois e o que o futuro reservava à gente de então.
O livro recorda o tempo em que foi escrito.
A partir dos livros de Charles Dickens, ficamos a saber como era realmente a vida de um rapazinho nas ruas de Londres, em meados do século XIX, no tempo de Oliver Twist. Através dos olhos de David Copperfield (coincidentes com o olhar de Dickens nessa época), vemos todo o tipo de personagens que ao tempo viviam na Inglaterra — que relações tinham, e como os seus pensamentos e sentimentos influenciaram tais relações. Porque David Copperfield era de facto, em muitos aspectos, o próprio Charles Dickens; Dickens não precisava de inventar nada, ele pura e simplesmente conhecia aquilo que contava.
São os livros que nos permitem saber o que realmente sentiam Tom Sawyer, Huckleberry Finn e o seu amigo Jim nas viagens pelo Mississippi em finais do século XIX, quando Mark Twain escreveu as suas aventuras. Ele conhecia profundamente o que as pessoas do seu tempo pensavam sobre as demais, porque ele próprio vivia entre elas. Era uma delas.
Nas obras literárias, os relatos mais verosímeis sobre gente do passado são os que foram escritos à época em que essa mesma gente vivia.
O livro recorda.

Tradução: José António Gomes

Nascida em 1932, na Estónia, Aino Pervik publicou cerca de meia centena de livros para crianças, a par de poesia e narrativas para adultos. Distinguida com vários e prestigiosos prémios e traduzida em diversas línguas, obras suas têm sido adaptadas ao teatro e ao cinema. A velha mãe Kunks, Arabella, a filha do pirata, Paula aprende a sua língua (integrado numa série protagonizada pela mesma personagem), são apenas três dos seus títulos mais conhecidos.


A Mensagem do Dia Internacional do Livro Infantil é uma iniciativa do IBBY (International Board on Books for Young People), difundida em Portugal pela APPLIJ (Associação Portuguesa para a Promoção do Livro Infantil e Juvenil), Secção Portuguesa do IBBY

segunda-feira, 28 de março de 2011




  No dia 24 de Março, os alunos do AVERT ( 3º F, 5ºB, 5ºD e 8ºE) puderam conversar com a escritora Luísa Azevedo sobre o seu livro:
  A escritora falou sobre as motivações que a levaram a escrever e respondeu a todas as questões dos alunos incentivando-os à leitura e à escrita.
   Foi uma tarde muito agradável.

   Obrigada a todos.

Dramatização na "Semana da Leitura"

No âmbito da actividade “Semana da Leitura” promovida pelo PNL, o nosso agrupamento desenvolveu vários eventos junto da sua comunidade escolar (de 21 a 25 de Março 2011) e participou também na “Semana Concelhia da Leitura” (de 2 a 5 de Março 2011) juntamente com as Bibliotecas Escolares do concelho, com a Câmara Municipal de Gondomar e a sua Biblioteca Municipal.
Para assinalar estas datas, a Biblioteca Escolar trabalhou arduamente para levar ao palco a obra dramática De Pedra… Só as Muralhas, da Doutora Emília Costa, nossa docente. Coube às professoras Agostinha Gomes e Palmira Ferreira a tarefa de ensaiar os alunos do 8ºC ao longo do período. Os Professores Alice Rêgo e António Morgado também contribuíram para as duas representações, uma no auditório da BMG (2 de Março) e a outra na cantina da nossa escola sede (24 de Março).
O espectáculo foi um sucesso, sendo muito elogiado pela representante da CMG, Dra. Liliana Pires, que não se cansou de tecer louvores aos nossos pequenos grandes actores.

A todos os nossos parabéns.

terça-feira, 22 de março de 2011

Exposição dos trabalhos do concurso "Faça lá um Poema" do PNL


Aqui fica a imagem da exposição de alguns trabalhos do concurso "Faça lá um poema" promovido pelo PNL (Plano Nacional de Leitura).
A todos os participantes o nosso bem-haja.

Declamação do poema Iniciação na "Semana da Leitura"

Poema de Ademar Santos

(dedicado a todos os professores do AVERT)

Iniciação

Não cobiço nem disputo os teus olhos
não estou sequer à espera que me deixes ver através dos teus olhos
nem sei tão pouco se quero ver o que vêem e do modo como vêem os teus olhos
Nada do que possas ver me levará a ver e a pensar contigo
se eu não for capaz de aprender a ver pelos meus olhos e a pensar comigo
Não me digas como se caminha e por onde é o caminho
deixa-me simplesmente acompanhar-te quando eu quiser
Se o caminho dos teus passos estiver iluminado
pela mais cintilante das estrelas que espreitam as noites e os dias
mesmo que tu me percas e eu te perca
algures na caminhada certamente nos reencontraremos
Não me expliques como deverei ser
quando um dia as circunstâncias quiserem que eu me encontre
no espaço e no tempo de condições que tu entendes e dominas
Semeia-te como és e oferece-te simplesmente à colheita de todas as horas
Não me prendas as mãos
não faças delas instrumento dócil de inspirações que ainda não vivi
Deixa-me arriscar o barro talvez impróprio
na oficina onde ganham forma e paixão todos os sonhos que antecipam o futuro
E não me obrigues a ler os livros que eu ainda não adivinhei
nem queiras que eu saiba o que ainda não sou capaz de interrogar
Protege-me das incursões obrigatórias que sufocam o prazer da descoberta
e com o silêncio (intimamente sábio) das tuas palavras e dos teus gestos
ajuda-me serenamente a ler e a escrever a minha própria vida.

Poema Metade na BE durante a "Semana da Leitura"

 Metade,  de Ferreira Gullar

Que a força do medo que eu tenho,
não me impeça de ver o que anseio.

Que a morte de tudo o que acredito
não me tape os ouvidos e a boca.

Porque metade de mim é o que eu grito,
mas a outra metade é silêncio…

Que a música que eu ouço ao longe,
seja linda, ainda que triste…

Que a mulher que eu amo
seja para sempre amada
mesmo que distante.

Porque metade de mim é partida,
mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
não sejam ouvidas como prece
e nem repetidas com fervor,
apenas respeitadas,
como a única coisa que resta
a um homem inundado de sentimentos.

Porque metade de mim é o que ouço,
mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
se transforme na calma e na paz
que eu mereço.

E que essa tensão
que me corrói por dentro
seja um dia recompensada.

Porque metade de mim é o que eu penso,
mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste
e que o convívio comigo mesmo
se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto,
um doce sorriso,
que me lembro ter dado na infância.

Porque metade de mim
é a lembrança do que fui,
a outra metade eu não sei.

Que não seja preciso
mais do que uma simples alegria
para me fazer aquietar o espírito.

E que o teu silêncio
me fale cada vez mais.

Porque metade de mim
é abrigo, mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta,
mesmo que ela não saiba.

E que ninguém a tente complicar
porque é preciso simplicidade
para fazê-la florescer.

Porque metade de mim é platéia
e a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada.

Porque metade de mim é amor,
e a outra metade…
também

segunda-feira, 21 de março de 2011

Semana da leitura



Atividades da Semana da Leitura
“ Leitura, energia, floresta”
21 a 25 de Março 2011

Data
Actividades
Intervenientes
Espaço

21/03/2011
Projeção do PowerPoint do poema “Metade” de Ferreira Gullar

15h15: Leituras Luminosas

Equipa BE


E.E:  Felismina Simões

BE


A2
            
22/03/2011

10h e 15h05 Declamação do Poema “Iniciação” de Ademar Santos

Daniela Sousa e Rui Alves

Sala dos Docentes

23/03/2011

10h e 15h05
Hino à Leitura

Silvério Coutinho
5ºD e 9ºD

Escadaria principal

24/03/2011

9h30: Leituras Luminosas

Encontro com a escritora Luísa Azevedo
13h30: 8ºE
14h: 3ºF
14h30: 5ºC
15h: 5ºB
15h30:5ºD



16h: dramatização
“De pedras… só as Muralhas”


E.E: Rosa Mota

Luísa Azevedo
Lina Martins
3ºF
Jorge Guimarães
5ºC, D
Emília Melo
5ºB
Agostinha Gomes
8ºE

Palmira Ferreira e Agostinha Gomes
8ºC, 9ºE

C3


BE








Cantina

25/03/2011

Concurso “Narrativas em Verso”

Alunos c/ NEE



BE
21 a 25 de Março 2011
Concurso “O Cartaz da Minha Escola”
Alice Fernandes
Alunos
Sala de aula

21 a 25 de Março 2011

Exposição de trabalhos sobre o PNL e sobre o concurso “Faça Lá um Poema”

AVERT

BE


Equipa da BE