quinta-feira, 22 de março de 2012

Festa da Primavera


Durante a Festa da Primavera, alguns alunos leram os poemas que escreveram para o concurso "Poemas Soltos".
Aqui ficam alguns exemplos:


E se eu
E se eu não pudesse falar?
Ninguém me ouviria.
E se eu não visse?
Não poderia ver como é belo o mundo!
E se eu não ouvisse?
Como poderia eu ouvir os sons que me rodeiam?
E se eu não sentisse?
Quem seria eu?
E se eu não tivesse gosto?
A que me saberiam as melhores iguarias?
E se eu, e se eu…
Tanta coisa que eu não poderia fazer.
Mas ainda bem que as posso, dizer, ver, ouvir, sentir, e prová-las!

Uma flor

Se eu fosse uma flor?
Não sei qual escolheria,
mas queria ter uma bela cor
e umas pétalas que a todos encantaria…

Também queria ter
um belo aspeto
cheio de imaginação
que cortasse a respiração.

Ah! E o cheiro agradável,
um cheiro que toda a gente cheirasse,
tinha que ser muito vivo e variável,
que a todos agradasse.

Já sei! Queria ser uma rosa,
porque tem belas cores,
um lindo aspeto e
o cheiro de mil flores!

Queria ser uma rosa amarela,
amarela de encantar,
amarela como o sol
que tudo fizesse brilhar. 




A todos os participantes muito obrigada.

Dia Mundial da Água


   

  O Dia Mundial da Água celebra-se anualmente a 22 de Março. 
  Neste dia, vários países organizam eventos para celebrar a ocasião e alertar as populações para a necessidade fundamental da preservação do recurso natural.
   A comemoração surgiu no âmbito da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento e Ambiente que decorreu na cidade do Rio de Janeiro, em 1992. Os países foram convidados a celebrar o Dia Mundial da Água e a implementar medidas com vista à poupança deste recurso e a promover a sua sustentabilidade.
  Para assinalar esta data, vários alunos da nossa escola leram poemas sobre a água.
  
A água


A água também nasce pequenina
- nasce gota de orvalho ou de neblina…



A água também tem a sua infância
- quando apenas riacho cantarola
brinca de roda nos redemoinhos
salta os seixos que encontra
e faz apostas de corrida – travessa -
por entre as grotas e peraus
e arranca as flores que a marginam
para engrinaldar a cabeleira solta
sobre o leito revolto das areias…



A água também tem adolescência
- sonha lagos românticos à lua
fitando os astros namorados dela
embevecida em seus olhos de ouro…
e assim sempre amorosa e sonhadora
vai tecendo e bordando – dia e noite
o seu vestido de noiva nas montanhas
e o seu véu de noivado nas cascatas…



A água também tem maturidade
- fica serena e grave em rios fundos
e num destino generoso e amigo
espalha a vida que em si mesma encerra
semeia bênçãos para o grão de trigo
abre caminhos líquidos da terra
e enlaça os povos através dos mares…



A água também tem sua velhice
-e de ver-lhe os cabelos muitos brancos
onda lenta de espuma destrinçada em neve, nos ares flutuando…



A água também sofre…e quando sofre
se faz divina e vem brilhar em lágrimas
ou se reflete a dor da natureza
geme no vento trnasformada em chuva.



A água também morre…e quando seca
- e a sua morte entristece tudo :
choram-lhe, enfim na desolação,
todos os seres vivos que a rodeiam
porque ela é o seio maternal da vida
e de tal maneira ama seus filhos rudes
que muitas vezes para os salvar se deixa
ficar sem o murmúrio de uma queixa
prisioneira de poços e açudes…



Bendita seja, pois, água divina
que fecunda, consola, dessedenta, purifica,
e que, desde pequenina,
feita gota de orvalho,
mata a sede das plantas entreabertas
e prepara o festivo esplendor da primavera…
e que, nascida em píncaros da serra
vem de tão alto, procurando sempre ter
um fim de planície e de humildade
até perder, na última renúncia,
o nome de batismo de seus rios
para ficar anónima nos mares.



                                  Raul Machado







Dia Mundial da Poesia


   O Dia Mundial da Poesia celebra-se a 21 de março, foi criado na XXX Conferência Geral da UNESCO em 16 de Novembro de 1999. O propósito deste dia é promover a leitura, escrita, publicação e ensino da poesia através do mundo.
   Na nossa biblioteca o dia foi assinalado em articulação com a Festa da Primavera, realizando-se leituras e exposição de poemas.




Um dos poemas da exposição:



Não me importo com as rimas. Raras vezes
Há duas árvores iguais, uma ao lado da outra.
Penso e escrevo como as flores têm cor
Mas com menos perfeição no meu modo de exprimir-me
Porque me falta a simplicidade divina
De ser todo só o meu exterior
Olho e comovo-me,
Comovo-me como a água corre quando o chão é inclinado,
E a minha poesia é natural corno o levantar-se vento...

                                               Alberto Caeiro





Um dos poemas lidos pelos alunos:



Os Poemas
Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto;
alimentam-se um instante em cada
par de mãos e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti…
Mário Quintana



terça-feira, 20 de março de 2012

O detetive das palavras

Durante a "Semana da Leitura", uma das atividades realizadas denominou-se "O Detetive das Palavras".
Os alunos das turmas do 3ºC e 3ºD puderam dar o seu contributo realizando várias tarefas como fazer um acróstico com o seu nome e ilustrar o seu texto.
Aqui ficam alguns desses trabalhos como exemplo.



A todos os meninos que participaram, o nosso muito obrigada, pois a biblioteca é deles e para eles.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Concurso Nacional de Leitura 2ª Fase

A realização das provas do Concurso Nacional de Leitura tem a data marcada para 24 de abril de 2012, de manhã, no auditório da biblioteca Municipal Almeida Garrett.
As obras selecionadas são as seguintes:

Patagónia Express, de Luís Sepúlveda
As aventuras de João Sem Medo, de José Gomes Ferreira








Aos alunos que irão participar nestas provas, desejamo-lhes boa sorte e boas leituras.

terça-feira, 13 de março de 2012

Histórias de Livros Lidos

   Durante a "Semana da Leitura", realizaram-se várias sessões de "Histórias de Livros Lidos". De entre elas, destacamos a história O Cuquedo de Clara Cunha e Paulo Galindro que fez a delícia dos mais pequenos.
  Após a audição desta história, os alunos do 3º E foram convidados a redigir um pequeno texto onde imaginassem o Cuquedo e a fazer a sua ilustração.
   Com muito empenho, todos meteram mãos à obra e aqui ficam alguns exemplos da imaginação fértil dos nossos meninos!



Atividades realizadas no 2º período



Ao longo deste segundo trimestre, a afluência dos alunos à Biblioteca Escolar não cessou de aumentar. Para tal contribuíram as várias atividades dinamizadas, resultantes de várias parcerias.

Assim, no dia 26 de Janeiro, a Biblioteca Municipal de Gondomar, representada pela Dra. Carla Bandeira, deslocou-se à nossa BE para esclarecer os meninos do 5ºE sobre “Os Perigos da Internet”.

No dia 2 de Fevereiro, dia de “La Chandeleur” em França, as professoras Agostinha Gomes e Palmira Ferreira, conjuntamente com os alunos do 9ºano que irão participar numa visita de estudo a esse país, confecionaram crêpes para toda a escola, na sala polivalente dos alunos. Esta atividade resultou de uma parceria entre a BE e o grupo de francês e pretendeu dar a conhecer esta tradição cultural.

Seguidamente, no dia 8 de Fevereiro, a Dra Marisa Pedrosa realizou uma formação para os docentes do AVERT sobre a Biblioterapia.

No dia 14 de Fevereiro, em colaboração com o departamento de línguas, realizaram-se várias atividades para celebrar o S.Valentim.

Relativamente à atividade “Histórias de Livros Lidos”, esta realizou-se no dia 16 de Fevereiro, para o 4ºH e ao longo da Semana da Leitura para os 3º anos. Uma das sessões foi dinamizada pela professora Cristina Vieira, sendo as restantes da responsabilidade da professora Agostinha Gomes. Nestas sessões foram abordadas as obras “A Árvore” de Sophia de Mello Breyner Andresen, “A Menina Curiosa” de Álvaro Magalhães e “O Cuquedo” de Clara Cunha.

Durante os meses de Janeiro e Fevereiro, os alunos do AVERT participaram no concurso “Poemas Soltos”, concurso realizado em colaboração com as Bibliotecas Escolares de Gondomar, a Biblioteca Municipal de Gondomar e a Câmara Municipal de Gondomar. Muitos foram os participantes que aguardam pelo resultado e que poderão participar na grande festa dos Poemas Soltos, no dia 1 de Junho 2012.

Ao longo da semana de 5 a 9 de Março, comemorou-se a Semana da Leitura. Para além da atividade “Histórias de Livros Lidos”, os alunos puderam assistir a várias representações teatrais, como “A Bruxa Amarela” de Inácio Pignatelli,“Quatros Pés do Trono” e “A Raposa e o Corvo” de António Torrado, a primeira dinamizada pelo Clube de Teatro do AVERT (professoras Alice Rêgo e Aldina), representada na nossa escola e na Biblioteca Municipal, as outras duas pelo Clube “O Prazer nas Palavras”(Professora Clarinda Roboredo). A professora Joana Brandão e os seus alunos apresentaram a atividade “Leitura com Fantoches” a partir de poemas de Cecília Meireles e que muito divertiram os nossos alunos mais jovens.
Ainda durante a Semana da Leitura, os alunos estiveram “À Conversa com …Inácio Pignatelli” colocando-lhe perguntas e ouvindo algumas histórias. A comunidade educativa pôde adquirir algumas das obras do autor autografadas pelo mesmo.
Alunos e professores puderam assistir ao visionamento de vários filmes, na rubrica “Livros no Cinema”, adquirir livros na feirinha “Livros – faça um novo amigo” e ver a exposição biográfica de autores portugueses.

Durante a Festa da Primavera, nos dias 21, 22 e 23 de março, a Biblioteca irá participar com a leitura / declamação de poemas e com uma exposição alusiva ao tema.

A todos os que têm contribuído e participado nas atividades da Biblioteca o nosso muito obrigada.